Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO (IPC Digital) – As autoridades de saúde japonesas afirmaram na sexta-feira (22), que detectaram infecção pelo vírus Zika em um garoto que retornou de uma viagem, a quinta confirmada no país neste ano.

O menino de Chiba, província adjacente a Tóquio, teve a infecção viral confirmada ao retornar ao Japão, na quarta-feira (20), depois de ficar por 15 meses nas Ilhas do Pacífico, informou o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem Estar em conjunto com o governo provincial de Chiba. A idade do menino não foi confirmada, mas o ministério divulgou que ele tem entre 10 e 19 anos.

“Uma vez que não estamos em uma estação onde os mosquitos são ativos, acreditamos que o risco de disseminação da doença é extremamente baixo”, disse o porta voz do governo.

Enquanto o vírus Zika normalmente causa apenas sintomas amenos, tais como rachaduras na pele e dores de cabeça, existe a suspeita de que ele seja responsável por causar uma anormalidade em recém nascidos, conhecida por microcefalia, quando mães contraem o vírus durante a gravidez.

O Brasil tem visto um rápido crescimento de tais casos. Além disso, casos também foram relatados na Oceania.

Acredita-se que o garoto contraiu a doença logo antes de retornar ao país. Sintomas como febre e rachaduras na pele começaram a aparecer e, no dia seguinte, o diagnóstico foi confirmado.

Ao todo, o Japão já confirmou oito casos de pessoas infectadas pelo vírus Zika, desde 2013. Em todos os casos, a contaminação ocorreu no exterior.

Fonte: Japan Today.

Curtir e Compartilhar: